Carimbaço 2. Foto: Larissa Mundim

Sobre o prazer de votar bem

As eleições entraram na pauta de intervenções urbanas do Coletivo e/ou, pelas ruas de Goiânia. Durante o mês de setembro, o grupo vem espalhando uma mensagem em bairros periféricos da cidade, chamando o eleitor à reflexão sobre o ato de votar.

Em atividade desde 2014, o Coletivo e/ou dá continuidade à ação que utiliza carimbos, como mídia, e padrões de energia elétrica, como suporte, para transmitir uma mensagem efêmera: “Este recado dirigido ao cidadão, ao  eleitor, pode não sobreviver à chegada da estação chuvosa, mas enquanto durar pretende ser pontual, marcante, contundente”, ressalta a escritora Larissa Mundim, diretora da Nega Lilu Editora, fundadora do coletivo.

Para isso, o grupo escolheu três palavras, duas delas reminiscentes da intervenção anterior, iniciada na Chapada dos Guimarães, no estado do Mato Grosso: vote, bem, bom. “As combinações são as possíveis, porque não acreditamos no impossível quando o assunto é política”, diz ela.

O Coletivo e/ou trabalha artes visuais e literatura, nas intervenções urbanas que realiza, em todo o Brasil. O grupo se interessa pela comunicação por meio de suportes e mídias que possam ser surpreendentes para o cidadão comum, usuário da cidade, transmitindo uma mensagem que tenha potencial para provocar transformações.

Comentar

Comentários (0)

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será revelado. Os campos obrigatórios estão marcados com *