Oficina com Alessandra Roscoe propõe exercitar o prazer de ler em todas as idades

A mediação de leitura pode ser uma atividade estratégica para formar e qualificar leitores no espaço da biblioteca pública. A partir de sua experiência como fundadora do projeto Uniduniler todas as letras, Alessandra Roscoe, conduz a oficina gratuita “Percursos afetivos na mediação de leitura”, na sexta-feira, às 8h30, em sala virtual. A atividade integra o Projeto Madalena Caramuru, realizado pela NegaLilu Editora e pela Casa da Cultura Digital, com apoio do Fundo de Arte e Cultura de Goiás.

A especialista convidada terá como público participante os gestores de bibliotecas públicas de 22 municípios que integram o programa de capacitação profissional on-line iniciado em setembro deste ano. Para a oficina de sexta-feira, mais cinco vagas estão disponíveis para o público em geral, estudantes, pesquisadores, entusiastas do livro, da leitura e da literatura. Para garantir participação, basta manifestar interesse pelo e-mail projetomadalenacaramuru@gmail.com .

O programa de Alessandra Roscoe prevê uma oficina que exercite o prazer de ler e brincar de ler em todas as idades. “Vamos verificar como a leitura partilhada de livros literários infantojuvenis acorda infâncias e estabelece uma relação de prazer e um vínculo afetivo, entre voz leitora, livro e leitores”, comenta.

Esta oficina busca apoiar os gestores de bibliotecas públicas na elaboração de estratégias que, a partir da mediação de leitura, possam aproximar o público visitante do acervo de maneira prazerosa. Para tanto, Roscoe compartilha seu repertório adquirido em experiência e prática do projeto Uniduniler todas as letras, com leituras desde o ventre, na primeira infância, em hospitais, asilos e com pessoas em situação de vulnerabilidade social ou com necessidades especiais.

Alessandra Roscoe é jornalista, escritora e coordena o Uniduniler todas as letras (www.uniduniler.com.br ), projeto de mediação de leitura, que desde 2013 percorre todo o Brasil levando livros, leituras e afetos. Mineira de Uberaba, Alessandra vive em Brasília e publicou mais de 40 livros para a infância. Já teve livro adaptado para o cinema, em acervo de bibliotecas internacionais, traduzidos em outros países e foi finalista do Prêmio Jabuti em 2013.

Demandas urgentes
Em sua segunda etapa, o Projeto Madalena Caramuru promove 70 horas de atividades on-line visando o fortalecimento da gestão de bibliotecas públicas em Goiânia e no interior. O programa de capacitação é estruturado por meio de seminários, oficinas e trabalho sistemático de grupo. Até março de 2021, os trabalhos conduzidos por uma equipe técnica formada por bibliotecários terão originado o “Relatório de Impacto do Projeto Madalena Caramuru e as demandas urgentes das bibliotecas públicas de Goiás”. O documento será encaminhado para o poder público, em âmbito municipal estadual e federal, com diagnóstico e recomendações de apoio ao funcionamento destes equipamentos sociais após o período pandêmico.

SERVIÇO
Oficina “Percursos afetivos na mediação de leitura”, com Alessandra Roscoe
4 de dezembro 2020 (sexta), às 8h30
Local: sala virtual
Inscrição: projetomadalenacaramuru@gmail.com

Comentar

Comentários (0)

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será revelado. Os campos obrigatórios estão marcados com *