SEBP de Goiás reinicia processo de articulação com unidades de informação no interior e na capital.

Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas em Goiás retoma atividades com ações formativas

Discussão sobre cuidados e a segurança dos usuários e servidores das bibliotecas públicas em período pandêmico da Covid-19 marca a retomada de atividades do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Goiás. Instituído em 1998, o trabalho de implantação do SEBP-GO não chegou a ser concluído e, nos últimos anos, a Secretaria Estadual de Cultura buscava a retomada da articulação com as unidades de informação na capital e no interior do estado.

O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Goiás já foi constituído por 243 bibliotecas públicas, em um total de 246 municípios. Este é o número que consta no levantamento publicado pelo SNBP em 2015 e na atualização mais recente feita pela Secretaria Especial de Cultura.

“Após a pandemia o mapeamento precisará ser refeito”, alerta a coordenadora da Rede Madalena Caramuru, jornalista e escritora Larissa Mundim. Segundo ela, a rede integra 22 municípios e, somente neste grupo, três não possuem bibliotecas públicas, em 2021: Inaciolândia, Flores de Goiás e Ouro Verde, que teve os serviços da unidade descontinuados durante o ano passado.

Os dados integram o diagnóstico do programa de capacitação de gestores de bibliotecas públicas do Projeto Madalena Caramuru (PMC), realizado pela NegaLilu Editora e pela Casa da Cultura Digital, com recursos do Fundo de Arte e Cultura de Goiás. Com o intuito de apoiar a gestão das unidades de informação na capital e no interior, o estudo levou em consideração os dados fornecidos por 19 bibliotecas públicas. (veja abaixo quais são elas)

Segundo Larissa Mundim, a descontinuidade no trabalho de implantação do SEBP em Goiás fica evidente no diagnóstico. Na amostra pesquisada, 57,9 % dos equipamentos culturais informaram que não tinham conhecimento da existência do Sistema Estadual de Bibliotecas, no início do Projeto Madalena Caramuru.

O diagnóstico também revela que 52,6% das 19 bibliotecas públicas pesquisadas não recebem nenhum recurso governamental para manutenção de atividades, infraestrutura, equipamentos e tecnologias. Outras 31,6% operam com recursos municipais. Aquelas que informaram já terem contado com recurso federal são 10,5%, e 5,3% tiveram suporte financeiro estadual pontualmente.

Ainda sobre recursos financeiros, a coordenadora da Rede Madalena Caramuru lembra que, de acordo com o diagnóstico realizado, 94,7% destas unidades de informação não têm orçamento próprio. “Isso explica a ausência de autonomia relatada pelos gestores que participaram do programa de capacitação”, comenta Mundim. Tais bibliotecas estão, geralmente, subordinadas à secretaria de Cultura e ou secretaria de Educação.

 

Retomada

A atividade que configura a retomada de trabalho sistêmico entre bibliotecas goianas é o Encontro Virtual do Sistema Estadual de Goiás de Bibliotecas Públicas, que tem o Ciclo I de debates programado a partir desta quinta (13/5), às 14h30, em sala virtual. Os encontros mensais estão sendo promovidos pela Gerência de Museus, Bibliotecas, Instituto Goiano do Livro e Arquivo Histórico da Superintendência de Patrimônio Histórico, Cultural e Artístico da Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás).

Além de protocolos de segurança para o manuseio do acervo submetido ao empréstimo domiciliar, o programa também contempla questões relacionadas à acessibilidade e à conservação de documentos textuais. Segundo a coordenação do SEPB-GO, estas atividades estão sendo pensadas para contribuir com a formação de profissionais de biblioteconomia, uma das frentes de atuação dos sistemas estaduais, conforme estruturação proposta pelo Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas. O secretário interino de Cultura de Goiás, César Moura, confirmou presença no encontro inaugural do Ciclo I.

 

Confira a programação do Ciclo I do Encontro Virtual do Sistema Estadual de Goiás de Bibliotecas Públicas:

 

13 de maio de 2021 – 14h30

Link de acesso: https://meet.google.com/ids-fwax-nwf

Abertura do evento: César Moura. Secretário de Estado de Cultura Interino.

Palestra: Biblioteca: Serviços e o Protocolo em Decorrência da Pandemia da Covid-19.

Palestrante: Maria Aparecida Andrade de Oliveira Tsu. Bibliotecária-documentalista do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) e Coordenadora-Geral de Bibliotecas do Sistema Integrado de Bibliotecas SIB/IFG.

Mediação: Keith Valéria Tito. Gerente de Museus, Bibliotecas, Instituto Goiano do Livro e Arquivo Histórico/Secult GO.

 

10 e 11 de junho de 2021 – 14h30

Oficina Noções Básicas de Conservação de Documentos Textuais.

10/06 – Teoria: História do papel. Causas de degradação do papel.

11/06 – Prática: Noções básicas de conservação de documentos textuais: higienização, acondicionamento e guarda.

Requisitos para participação: notebook ou computador com opção de câmera, microfone e acesso à internet.

Ministrante: Vitória Bandeira. Graduada em Artes Visuais pela Faculdade de Artes Visuais – FAV/UFG. Conservadora de documentos fotográficos e textuais. Coordenadora do Museu da Imagem e do Som de Goiás/ Secult GO.

Mediação: Helenir Freire Batista Machado. Coordenadora da Biblioteca Pio Vargas/ Secult GO e do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas.

 

8 de julho de 2021- 14h30

Palestra: Bibliotecas públicas e acessibilidade para pessoas com deficiência visual

Ministrante: Maria Eunice Suares Barboza. Graduada em Biblioteconomia/ UFG. Coordenadora da Biblioteca Braille José Álvares de Azevedo/ Secult GO.

Mediação: Nilva Belo de Morais. Pedagoga. Diretora de Livro e Leitura e Alexânia. Membro titular da Academia Aguaslindense de Letras – ALETRAS.

 

Conheça aqui as 19 bibliotecas que integram o diagnóstico de demandas urgentes de bibliotecas públicas do Projeto Madalena Caramuru:

 

Nome Município
Biblioteca Braille José Álvares de Azevedo Goiânia
Biblioteca Celuta Mendonça Teles Bela Vista de Goiás
Biblioteca Estadual Pio Vargas Goiânia
Biblioteca Municipal de Mossâmedes Mossâmedes
Biblioteca Municipal de Itaberaí Itaberaí
Biblioteca Pública Municipal Hernane Faria Minaçu
Biblioteca Municipal Isócrates de Oliveira Pirenópolis
Biblioteca Municipal Magda Faraj Santanna Cristalina
Biblioteca Municipal Maria Brígida Feliciano Cardoso Iaciara
Biblioteca Municipal Maria da Paz Gonçalves Santa Bárbara de Goiás
Biblioteca Municipal Marietta Telles Machado Goiânia
Biblioteca Municipal Professor Helvéssio Ferreira de Melo Hidrolina
Biblioteca Municipal Professor Manoel Maia Campestre de Goiás
Biblioteca Municipal Waldemar Barbosa Baliza de Goiás
Biblioteca Pública de Colinas do Sul Colinas do Sul
Biblioteca Pública Joel da Silva Moraes Ceres
Biblioteca Pública Municipal Dona Julica Salgueiro Santa Rita do Araguaia
Biblioteca Pública Municipal Monsenhor Chiquinho Corumbá de Goiás
Biblioteca Pública Municipal Professor Josino Bretas Caldas Novas

 

Esta é a segunda matéria de uma série que apresenta o diagnóstico de demandas urgentes de bibliotecas públicas de Goiás, a partir da amostra definida no programa de capacitação do Projeto Madalena Caramuru. Acesse o relatório completo AQUI.

 

 

 

 

 

Comentar

Comentários (0)

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será revelado. Os campos obrigatórios estão marcados com *